Benefícios de ter um animal de estimação para a saúde

Não há nada como voltar para casa para um animal de estimação que age como se você tivesse ido por uma semana, quando você realmente apenas fez uma viagem para a padaria.

Animais de estimação melhoram nossas vidas em casa de muitas maneiras: diminuindo a ansiedade, proporcionando companhia e até melhorando a saúde física.

Cães treinados podem reconhecer comportamentos sutis ou alterações na linguagem corporal que acompanham as convulsões e alertar as pessoas sobre um ataque que se aproxima.

Animais de estimação sabem exatamente quando você mais precisa deles, e vai estar lá para você, focinhos no colo.

Um estudo descobriu que os corações dos donos de animais se adaptaram melhor a situações estressantes, levando a um menor risco de doença cardiovascular.

Preocupado que seu filho vai sofrer de todos os animais de estimação de peles deixar para trás em tapetes e estofos? Bem, o que não te mata só te faz mais forte! Estudos mostram que ser exposto a pelos de animais no início da vida pode ajudar a prevenir futuras alergias. Eu, por exemplo, amo animal com n!

Veja alguns benefícios:

Alivia a dor

Acredite ou não, animais de estimação podem ser o melhor remédio, especialmente quando uma pessoa está lidando com uma dor crônica, como enxaqueca ou artrite, diz o Dr. Becker. “Assim como o Valium, reduz a ansiedade. Quanto menos ansiedade, menos dor”, diz ele. Um estudo da Universidade Loyola descobriu que as pessoas que usam terapia animal durante a recuperação da cirurgia podem precisar de menos medicação para a dor do que aquelas que não o fazem.

Reduz o colesterol

Outro resultado saudável do coração de possuir um animal de estimação é menor colesterol. Pessoas que possuem animais de estimação e homens, em particular, têm níveis significativamente mais baixos de colesterol e triglicérides do que aqueles que não têm animais de estimação. No entanto, não está claro se a presença do animal de estimação diminui o colesterol, ou se aqueles que mantêm um estilo de vida mais saudável são mais frequentemente donos de animais.

Combatente Alergias

“O pensamento antigo era que, se sua família tivesse um animal de estimação, as crianças teriam mais chances de se tornarem alérgicas ao animal de estimação. E se você fosse de uma família propensa a alergia , os animais deveriam ser evitados”, diz o pesquisador James E. Gern. , pediatra da Universidade de Wisconsin-Madison, no Journal of Allergy and Clinical Immunology .

No entanto, um número crescente de estudos sugere que as crianças que crescem em uma casa com “animais de pêlo” – seja um gato de estimação ou um cachorro, ou em uma fazenda e expostas a animais grandes – terão menos risco de alergias e asma. , ele diz WebMD.

Em seu recente estudo, Gern analisou o sangue de bebês imediatamente após o nascimento e um ano depois. Ele estava procurando por evidências de uma reação alérgica , alterações na imunidade e reações a bactérias no meio ambiente.

Eles podem prever câncer cedo

Não é nenhum segredo que o olfato de um cachorro é incrível, mas você sabia que alguns caninos são capazes de detectar câncer? Vários donos de animais relataram que seu cão salvou suas vidas depois que eles notaram que estavam constantemente mordendo, cheirando ou até mesmo lambendo um tumor escondido debaixo da pele.

Eles podem ensinar a responsabilidade para as crianças

Todos os pais ouviram a pergunta “Posso ter um pônei / cachorro / hamster?” em algum momento da vida de seus filhos. Não é nenhum segredo que as crianças adoram animais e, se tiverem idade suficiente, ter um como animal de estimação pode realmente ensinar-lhes muitas habilidades importantes. Não só eles aprenderão as habilidades práticas necessárias para possuir um animal de estimação, como limpar a gaiola, aliciamento e ensinar truques; eles também desenvolverão suas habilidades de nutrição e empatia, que são vitais na vida adulta.

Faça a si mesmo estas perguntas para garantir que você está melhorando a vida do seu animal de estimação também:

  • Você tem as habilidades e conhecimentos necessários para cuidar do seu animal de estimação?
  • A sua casa é boa para o seu animal de estimação?
  • Você tem um bom veterinário?
  • Você tem recursos financeiros adequados?
  • Você tem tempo para gastar com seu animal de estimação?

Se a resposta for sim para maioria, adote um animal de estimação!

Como cuidar de gatos em apartamento

Como cuidar de gatos em apartamentos? Essa é a pergunta que você vive fazendo e não sabe como responder, tão pouco como proceder? Então esse artigo foi feito para você! Continue prestigiando com a leitura e conheça as principais informações a respeito desse tema.

Os gatos, sem qualquer tipo de dúvida, são os melhores animais para termos em apartamentos e é bem capaz de você já ter escutado essa afirmação em algum momento de sua vida. Mas como?

  • Por que cada vez mais pessoas estão optando por gatos como seus bichos de estimação nos apartamentos.
  • Gatos em apartamentos exigem cuidados especiais?
  • Sempre soube que gatos são mais selvagens, eles de fato podem se acostumar em ambientes menores como os apartamentos?

Interessou? Prossiga e conheça os detalhes!

Vacinação e castração: os primeiros passos 

Seja comprando ou mesmo adotando um gato de rua a primeira coisa que uma pessoa deve fazer para introduzir um gato em apartamento é ter certeza das suas condições físicas! Por isso, é muito importante que ele faça exames, seja devidamente vacinado (por um veterinário e não curiosos) e, por fim, castrado, o que deixará o bichano mais tranquilo.

Note que esses procedimentos também devem ser adotados por aqueles que moram em casas e possuem bons terrenos, no entanto pelo tamanho reduzido dos apartamentos se uma etapa dessas não for respeitada a dor de cabeça serás bem maior.

A comida dos gatos em apartamentos 

O local que você determinará para que seu gato faça as refeições deve ser muito bem planejado para que não venha a ter problemas futuros no seu apartamento. Por isso, se possível, combine uma conversa com todos os moradores do lar para que todos sejam ouvidos e seu gato não tenha que ficar se readaptando a cada mudança de “sala de jantar”.

Por isso, é muito importante que todos tenham em mente a necessidade de escolherem um local longe do cômodo com maior movimento de pessoas (normalmente a sala) e que fique relativamente longe de onde fará suas necessidades.

Dessa forma, é muito importante que faça um esforço e ensine o seu gato (mais fácil quando filhote) a fazer suas necessidades na cesta de areia, o que evita uma série de problemas, incluindo ai o mal cheiro!

Note que o gato, por ser um animal muito limpo, não vai querer comer perto de onde faz as fezes.

Informações gerais

Devido à independência e praticidade nos cuidados, os gatos vêm sendo cada vez mais procurados como animais de estimação em apartamentos, no entanto eles requerem poucos cuidados, como tivemos a oportunidade de ler agora, mas precisam ser rígidos e o gato não faça um terremoto no seu apartamento!

Os bichanos se adaptam muito bem a qualquer apartamento, todavia o fundamental mesmo será a disciplina do dono em ensinar seu gato nesse ambiente mais reduzido, fazendo com que ele mantenha atividades físicas, alimentação de qualidade e regular e, principalmente, muito carinho e amor. Afinal tudo isso cortará o estresse habitual do gato tornando-o mais feliz!